Shouting Fire – Agora no Youtube (legendado)

by

No ano passado, comentei que havia assistido a um ótimo documentário sobre a liberdade de expressão, produzido pela HBO, chamado “Shouting Fire”.

O leitor “Nagol” me alertou que o referido documentário já estava disponível no youtube, com legenda.

Então, aproveitando o calor do debate que o post passado gerou, vai aqui um ótimo filme (parte 1, de 5):

 

Advertisements

6 Respostas to “Shouting Fire – Agora no Youtube (legendado)”

  1. Tiago Says:

    professor, já há previsão de lançamento da 4ª edição (2012) do seu curso de direitos fundamentais?

    abraços.

  2. João Paulo Castro Says:

    Ainda o Lênio Streck….

    Um dos maiores juristas da nossa terra?

    Será que existe juristas na nossa terra? Jurista significa ser autor de livro sobre CIência Jurídica?

    No cenário internacional, nem PONTES DE MIRANDA tem peso… O consagrado Pontes, o mais citado em decisões judiciais, NÃO ESTÁ NEM perto DA LISTA DOS 10, 20 OU 30 MAIORES JURISTAS DA HISTÓRIA….

    Um tratado de direito civil com grandes citações…. tratados de peso sobre ações e um específico sobre açao rescisória…. livros pífios sobre sociologia jurídica….

    Nada de novo… nem teoria do fato jurídico, nem nada… a sistematização dos planos da existência, validade e eficácia já poderia ser encontrada em Karl Zacharie, que morreu bem antes do pai do Pontes de Miranda….

    A proposito, a teoria dos pesos específicos para cada carga de ação se enquadraria bem NUM LIVRO SOBRE IMPOSTORES INTELECTUAIS…. pois Pontes utiliza conceitos das ciências naturais para engrandecer o fácil, o tolo, o mesquinho, o fato de que uma decisão judicial não é meramente declaratória, constitutiva ou executiva… é pouco pra muito, não acham?

    Se fôssemos comparar DIREITO E FUTEBOL… Pontes de Miranda seria igual ao Sávio, que jogou no Flamengo… lembram dele?

    Idolatrado no Brasil, mas com pouco sucesso no exterior….

    Em qualquer lista de Juristas, não faltam?

    1)Kelsen
    2)Carl Schimitt
    3)Hart
    4)Radbruch
    5)Lassale
    ….
    10)Karl Engisch

    47)Peter Harbele
    48)Friedrick Muller

    Faltam sim Pontes, Rui Barbosa (o falastrão sem cientificidade), Clóvis e por aí vai…

    Vão a Harvard… Lá na Biblioteca não tem Pontes de Miranda… nada sobre ele…

    Preciso falar se encontrariam o livro verdade e consenso, a obra prima de Streck por lá?

    Não critico essa obra por sua fraca, parca ou latino-americana visibilidade, mas porque repete e não acrescenta nada à Ciência Jurídica….

    Não precisamos de Gadamer para dizer que as decisões jurídicas são subjetivas… que tudo é subjetividade… a tal virada gadameriana….

    A subjetividade é um fato admitido por qualquer corrente jurídica séria, que dão as mais variadas soluções para combatê-la… Os jusnaturalistas pregavam que no vazio normativo ou em qualquer possibilidade semântica a resposta estaria na moral divina ou nas concepções do homem reto, probo, os positivistas afirmavam que no vazio todas as possibilidades da norma são opções jurídicas válidas… ao aplicador do direito cabe escolher… qualquer solução que dê ao problema será uma admitida pela Ciência Jurídica, que cabe apenas indiicar as possibilidades normativas… daí a margem ao arbítrio, tão combatido pelas novas correntes jurídicas, que buscam solucionar o problema das mais variadas formas… ou indicando técnicas de solução argumentativas (como alexy e a teoria da proporcionalidade, outros pregam o consenso entre a decisão do julgador e a sociedade, a tal melhor decisão)…

    Insisto: pra que utilizar Gadamer para afirmar que o discurso jurídico é subjetivo ou é só subjetividade… O problema do Direito, que diferencia as mais diversas correntes, é o que fazer no vazio normativo… A subjetividade já é um pressuposto… Lênio resolve o problema do vazio com base no consenso ( ora, isso é uma constatação da moderna filosofia, que prega não haver verdade, e que já é admitida POR INÚMEROS FILÓSOFOS DE VERDADE!)

    Sai do pressuposto e volta pra ele… Lênio faz um looping em consenso e verdade… sempre repetindo, e parando no mesmo lugar!

    Portanto, Gadamer pode ter aplicação em outros ramos sociais, em que se ainda prega a objetividade, a busca pela verdade, como a ciência política, a sociologia, mas para o Direito suas conclusões são imprestáveis!

    Blog não é blog, como afirmam constantemente por aqui, indicando um local onde se escreve informações rápidas e não científicas. Blog é uma plataforma como um livro, como um pedaço de papel qualquer. O que vale, para que consideremos a cientificidade e a qualidade da informação, é simplesmente o conteúdo…

    • Beretto Says:

      Só pra tirar a dúvida, quais seriam os juristas que comporiam a lista entre os lugares 6-9 e 11-46? Quando entraria o primeiro brasileiro, se entrasse? Mangabeira Unger é amplamente conhecido nos Estados Unidos, será ele o maior jurista brasileiro de todos os tempos? Não que eu desdenhe de sua obra, nem poderia pois não a conheço, e tenho absoluta consciência de que ninguém é professor em Harvard por tantos anos sem ter nada a contribuir. Mas fico eu pensando, pela sua influência no Exterior, será ele o jurista mais original já produzido em terras tupiniquins? É sabido já que a originalidade de muitos “pesos pesados” consagrados só vai até a página 20, e que botar um conterrâneo pra ombrear com um Kelsen, Hart ou Dworkin é tarefa inglória, mas será que nada de válido foi produzido aqui não? A profícua obra de Pontes de Miranda não tem serventia por ser ignorado no mundo anglófono?

  3. nagol Says:

    Esse tema me interessa muito, inclusive comprei o livro sobre liberdade de expressão que indicou. O filme The People vs. Larry Flynt também é muito bom! Por favor se puder fazer uma lista de indicações sobre o tema agradeço, não estudo direito “oficialmente” tenho apenas o ensino médio, mas sou um amador apaixonado por esse tema dos direitos fundamentais e acho que deveria ser uma matéria na escola.

    Parabéns pelo site!

  4. João Paulo Says:

    Por falar em liberdade de expressão…

    Saiba tudo sobre a relação espúria entre a FGV e o Senado federal para a realização do próximo concurso público do órgão!!!

    trambicagem.blogspot.com

    Confiram ainda o post entitulado:

    putas ou advogados: quem vale mais?

  5. Irina Says:

    Olivetto! Sed sed Igual, todo bien con Vasallo Argfcello eh? Sf3lo que es como cuando Sorin deceda que Leeda Garceda Marquez yo pferiero a Tevez escuchando los dos primeros de Oasis porque juega en el Manchester City me parece que entiende el mundo mucho mejor que los antes mencionados :P

Os comentários estão fechados.


%d bloggers like this: