Direto de Denver

by

Depois de uma tumultuada viagem, com vôos cancelados por conta da neve forte que cai nos EUA, eis que finalmente cheguei a Denver para participar de um seminário jurídico na Universidade do Denver.

A Universidade é esta (isto é: na primaveira, pois hoje tá tudo branco de neve):

Depois, com mais calma, postarei alguma coisa sobre o evento em si.

Anúncios

5 Respostas to “Direto de Denver”

  1. Vitor Says:

    Gostaria de saber a opinião dos que aqui frequentam, em especial do Dr. George, com relação à constitucionalidade do dispositivo da LOMAN que prevê aposentadoria compulsória até mesmo para a escória da magistratura nacional, como é o caso dos que foram afastados compulsoriamente no Estado de Mato Grosso (queria, além de uma análise técnica, uma análise jus-filosófica, sem melindres). Na minha singela opinião, um dispositivo como o tal fere até não mais poder a Constituição e ainda assim é aplicado com a maior naturalidade. Quer dizer, deleitam-se com o dinheiro público e como prêmio – não pena – aposentam-se com vencimentos proporcionais. É uma vergonha, um descalabro, uma aberração jurídica, tudo isso para dizer o menos. Eu mesmo não sei nem o que falar. Se não se corrige isso, não adianta ficarmos discutindo segurança pública, não adianta discutírmos a correta aplicação da Lei, nada. Não nos resta nada. Estamos falando daqueles que efetivam a aplicação das Leis, isso é inconcebível. Queria mesmo ver a opinião sincera de um Juiz Federal nesse caso. Sabido é que isso não ocorre apenas na Magistratura Estadual de vários entes da federação, ocorre também na Justiça Federal e ninguém se pronuncia. Se não se discutir isso, não adianta mais tratar de filosofia jurídica nesse espaço, do que seja justiça, o bem, o mal, nada. Tudo fica no discurso. É horrível. Os caras foram pegos com a mão na butija. E ainda vai vir neguim aqui pra dizer que vale a presunção de inocência. Veremos. Quero ver a imparcialidade desse espaço por parte daquele que o criou, agora quero ver.

  2. jean Says:

    Convite!

    A Universidad de Santiago do Chile (USACH) vai sediar, entre os dias 29 de outubro e 1 de novembro de 2010, o II Congresso Internacional “Ciencias, tecnologías y culturas. Diálogo entre las disciplinas del conocimiento. Mirando al futuro de América Latina y el Caribe”.

    Trata-se de evento acadêmico de natureza interdisciplinar, promovido pelo Instituto de Estudios Avanzados (IDEA), da Universidade de Santiago de Chile (USACH), uma das mais antigas universidades chilenas, idealizado pelo filósofo chileno Dr. Eduardo Devés Valdés.

    O Congresso contará com várias mesas de trabalho, onde os autores podem apresentar comunicações em português ou espanhol.

    Particularmente, convidamos os colegas a avaliar a possibilidade de submeter resumos na Mesa de Trabalho “DIREITO, ÉTICA, HISTÓRIA E COMUNICAÇÃO: DIÁLOGOS ENTRE OS VÁRIOS RAMOS DO CONHECIMENTO NO CONTEXTO DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE”, conforme orientações abaixo e eixos temáticos propostos.

    http://www.internacionaldelconocimiento.org/index.php?option=com_content&view=category&id=71%3Asimposios&Itemid=77&layout=default&limitstart=40

  3. Dantas Says:

    Oi, doutor, tudo bem?
    O senhor poderia informar, se possível, quando sairá uma nova edição do seu Curso de Direitos Fundamentais? É possível que esta seja publicada ainda no primeiro semestre de 2010?

    Desde já, agradeço a atenção.

  4. Renato lima Says:

    dr George me chamo Renato tenho 32anos sou de 1978 nasci com os pés virados os dois para dentro e com isso passei por uma única cirurgia para ter correçao que foi muito traumático para os meus pais e eu pois com vivi com os pés engessados ate 6anos de idade e nesse período era o gesso ou uma bota feita sobre encomenda com uma barra transversal de ferro cromado fixado em cada bota para eu nao mexer com os pés e isso gerou um trauma em mim que com vivo com isso ate hoje de ficar balançando os pés para um lado e outro com se fosse um limpador de para brisas de um fusca pois este trauma foi causado por este método mesmo com os pés engessados ate as coxas tinha uma barra de pau de cabo de rodo fixado também sobre a mesma questão citada e com esse período de crescimento deu também uma ma formação dos meus membros por causa de fica engessado tenho as canela das pernas do joelho pra baixo muito finas e os pés chatos e sempre quanto fico de pé ou caminho por algumas horas tenho dores ósseas nas pernas sempre do joelho para baixo e cãibras nos pés ale disso tenho também muita latejaçao e formigamento e dormência nos pés ate sinto minhas penas do joelho febris nas maiorias das vezes isto já constatado por um medico que acompanha meu caso dês dos 13anos de idade gostaria de saber do sr quais são os benefícios garantidos para mim com laudo medico por lei se eu tenho direito de ser membro de associação de portadores deficiência físicas e de mais benefícios garantidos por lei pois eu sou dependente do meu pai e com a maior idade com 28anos perdi o direito de ser beneficiário de plano de saúde por parte do meu pai pois por causa desse problema eu nao consigo me estabelecer emprego algum sempre nos periodos de estagio funcional e de graduação de escolaridade.bom dr George este e meu dilema de vida peço encarecidamente sua opinião sobre este meu caso aguardo sua resposta.atenciosamente Renato lima de Araújo

  5. Gili Says:

    Como eu sei como isso tudo comec3a7ou, quero deixar bem claro que eu bicrno muito, e isso c3a9 uma forma de destilar minhas dores. Na verdade, eu prezo muito, e amo muito , todas as pessoas que passam, passaram e as que passarc3a3o pela minha vida. Algumas eu desejei fortemente que permanecessem, e ainda assim, partiram, mas a todas eu sempre presto meu mais profundo e sincero obrigada’.Estes tc3aam sido dias bem difc3adceis. Sim, destes em que a gente chora atc3a9 dormir. De tudo quanto eu bicrno e excomungo a rac3a7a humana, ou o gc3aanero masculino, a c3banica verdade c3a9 que estc3a1 doc3addo.O que eu falo, ele nem lc3aa. O que eu lhe disse, em um longo e sofrido email, foi justamente o quanto ele foi importante na minha vida, o quanto eu aprendi e o quanto ele c3a9 precioso. E c3a9 justamente por isso que eu sofro em perder. Do contrc3a1rio, convenhamos, nem nos darc3adamos ao trabalho de chorar!Mesmo na dor, eu sei o quanto isso tudo me valerc3a1 um dia. O que se aprende nestes momentos, nos levarc3a1 muito adiante em outros. E eu sei muito bem disso.c380s vezes, sc3b3 tento levar minha prc3b3pria tristeza menos a sc3a9rio. Porque ela dc3b3i demais. E bicrno e falo disparates, nc3a3o como forma de ofender, mas como brincadeira, quem me conhece sabe disso.Jamais busco ofender ninguc3a9m. Muito menos desmerecer, mesmo porque, quando desmerecemos quem esteve conosco, desmerecemos a nc3b3s mesmos. E obrigada por me fazer chorar, de novo, rsss, com a tirinha. ADORO Calvin!O texto c3a9 perfeito. Beijos.

Os comentários estão fechados.


%d bloggers like this: