Um diálogo entre John Locke e Benjamin Linus

Locke: Não está gostando disso, está?

Ben: Disso o quê?

Locke: ter que fazer perguntas sem saber a resposta. Seguindo cegamente alguém na esperança de que esse alguém te leve ao que está procurando.

Ben: não, John. Não gosto nem um pouco.

Locke: então você sabe exatamente o que ser como eu.

5 comentários em “Um diálogo entre John Locke e Benjamin Linus”

  1. Caro George, deixei de acompanhar Lost no meio da terceira temporada, quando vi ao final de cada capítulo que eu me sentia mais perdido do que os sobreviventes do vôo 815 da Oceanic Airlines. Justamente por estar seguindo gente mais perdida do que eu. E o ciclo recomeçava.
    E no diálogo transcrito não tem nenhuma referência oculta a certos mestres do Direito, não é?
    Abraço.
    José Augusto Peres Filho
    MP/RN
    http://www.crimesdecolarinhobranco.com.br

  2. Hu…
    Muito bom! A cara do Ben quando não sabe o que está acontecendo é impagável…

  3. José,

    terminei de assistir a quinta temporada ontem. Talvez seja a mais “esclarecedora” de todas, se é que se pode chamar aquilo de esclarecimento. Recomendo. Existem alguns diálogos impagáveis. E se a gente fizer algumas analogias, não só no direito, mas na filosofia e até mesmo na teologia, aí então nem se fala. Os roteiristas são mesmo muito bons.

    George

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: