O Cinema e os Direitos Fundamentais

by
Alguns alunos me pediram dicas de filmes sobre direitos fundamentais. Achei interessante a idéia e escrevi o texto abaixo que lista alguns filmes interessantes. Caso você tenha alguma sugestão a acrescentar, é só colocar nos comentários.
__
O Cinema e os Direitos Fundamentais
Estudar direitos fundamentais é tão agradável que, às vezes, não é preciso nem muito esforço. Basta ligar a televisão e curtir um filminho.
Há, realmente, muitos filmes que exploram temáticas interessantes para a teoria dos direitos fundamentais. Aliás, alguns foram citados ao longo deste Curso.
Assim, no intuito de estimular um estudo paralelo, apresento uma lista de filmes que tratam, ainda que indiretamente, dos direitos fundamentais.
Sugiro que comece assistindo aos filmes ligados aos julgamentos de Nuremberg. Há vários filmes sobre esse tema. Recomendo, em especial, o filme “Julgamento em Nuremberg” (“Judgement at Nuremberg”), de Stanley Krammer, lançado em 1961, citado no início deste Curso.
Existem muitos outros no mesmo sentido. Pode-se citar, por exemplo, um filme mais recente, cujo título é “O Julgamento de Nuremberg”, com Alec Baldwin fazendo o papel de acusador.
Um interessante filme sobre a liberdade de expressão é “O Povo contra Larry Flynt” (“The People Versus Larry Flynt”), com Woody Harrelson fazendo o papel do produtor de uma revista pornô (Hustler) que enfrentou vários processos na justiça norte-americana em razão das matérias nada sutis que publicava.
Sobre o direito à igualdade entre homens e mulheres, vale conferir o filme “Questão de Honra” (“A Few Good Man”), com a atriz Demi Moore fazendo o papel de uma militar que deseja ingressar na tropa de elite do exército norte-americano.
O filme Filadélfia (“Philadelfia”) com Tom Hanks é um clássico sobre o preconceito contra homossexuais e portadores do vírus HIV.
Dentro da temática “eutanásia”, há dois filmes excelentes: “Mar Adentro”, filme espanhol que ganhou o Oscar de Melhor Filmes Estrangeiro em 2005 e “Menina de Ouro” (“Million Dollar Baby”), com Hillary Swank e Clint Eastwood, que concorreu a sete Oscar em 2005.
A respeito da pena de morte, merece ser mencionado o filme “A Vida de David Gale” (“The Life of David Gale”), com Kevin Spacey.
O filme “Crash”, que venceu o Oscar de Melhor Filme, explora criticamente o sentimento de (in)tolerância étnica e cultural que vigora hoje nos Estados Unidos.
Anúncios

57 Respostas to “O Cinema e os Direitos Fundamentais”

  1. SAMANTHA BARIONE Says:

    Não deixem de assitir ao filme “Quase Deuses” (Something the Lord Made), que conta a trajetória (verídica!)de um médico e um técnico de laboratório que revolucionaram a história da cirurgia… nele nos deparamos com o “sentimento de (in)tolerância étnica e cultura” dos EUA na década de 30 e somos levados a refletir sobre nosso “atual estágio de intolerância étnica e cultural”…

  2. Anonymous Says:

    Ótima sugestão, Samantha. É realmente um excelente filme. Vou incluir na lista.
    George

  3. Francesco Says:

    eu assisti durante a faculdade, por recomendação de um professor de teoria geral do processo, “As trombetas de Gideão (Gideon´s trompets). Apesar de ser um tema essencialmente processual, a história do filme ajuda a compreender o due process of law, que também é um direito fundamental.

  4. Anonymous Says:

    cadê os filmes nacionais??? será que não tem nenhuma indicação nesta lista tão recheada?

  5. Nilson Says:

    Sugiro os seguintes filmes:
    1) “EdTv”: mostra uma crítica irônica à questão da renúncia ao direito fundamental à privacidade e suas conseqüências; 2) “Um lição de amor” (“I am Sam”): mostra a luta judicial de um pai, portador de necessidades especiais, pelo seu direito à guarda de sua filha; 3)”Amistad”: fala da questão da escravidão nos EUA; 4)”Homens de honra”: trata do racismo na marinha americana; 5) “Duelo de Titãs”: trata também do racismo; 6) “O que faz uma família”: trata da relação homoafetiva e o direito à guarda da filha criada por ambas.
    Um abraço a todos!!

  6. Nilson Says:

    Esqueci-me também de dois ótimos filme: 1) “Um sonho de Liberdade”; 2) “A queda-As últimas horas de Hitler”!

  7. Anonymous Says:

    Prof. George,
    Veja a notícia do blog da Folha: http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2007-11-18_2007-11-24.html#2007_11-21_03_50_48-10045644-0 Como pode um delegado desses, hein?!

  8. Anonymous Says:

    Acrescento às listas “Tempos Modernos” do Chaplin e “Hotel Ruanda”.
    Israel Sena.

  9. Anonymous Says:

    E como filmes nacionis: “Pixote”, “Carandiru”, “Cronicamente Inviável”, “Cidade de Deus”.
    Israel Sena

  10. Leonardo Resende Says:

    George, há um filme chamado “O desafio da lei”, em que o Andy Garcia faz o papel de um juiz recém-ingresso na Suprema Corte americana, justamente no momento em que vão rediscutir a questão do aborto. É interessante porque mostra os dilemas do julgador, a dinâmica dos julgamentos nos EUA e o problema da colisão de direitos fundamentais. Abraços, Leonardo.

  11. Hugo de Brito Machado Segundo Says:

    Há um filme muito legal, que discute a questão da liberdade de escolha, do acesso à informação, à livre iniciativa e à saúde, que é “Obrigado por fumar” (Thanks for smoking).
    Quanto aos filmes nacionais, há interessante demonstração dos métodos de busca pela verdade real utilizados pela polícia carioca em Tropa de Elite.

  12. dj Says:

    Um filminho bem sentimentalóide, mas com uma mensagem jurídica bem interessante (às vezes devemos enfrentar paradígmas, como fez MM. George ao determinar o custeio de tratamento com verbas publicitárias) é “Evelyn”, com Pierce Brosnan. Conta a história da primeira vez que uma lei tem sua constitucionalidade constestada perante o Supremo Tribunal daquele país.

  13. Tania Says:

    Sugiro o filme “Neve sobre os cedros”. Mostra um aspecto diferente da participação dos americanos na 2ª Guerra, sobretudo a discriminação racial em relação à comunidade japonesa que vivia no pais, inclusive os campos de concentração, para o qual foram enviados. Com Ethan Hawke, que interpreta um repórter do jornal do pequeno vilarejo e acompanha de perto o julgamento de Rick Yune (Kazuo Miyamoto), um jovem acusado de matar um conhecido pescador da comunidade.

  14. Luiz Ernest Says:

    “Quase Deuses” retrata a vida do médico que criou a cirurgia cardiaca, que acabou nao sendo reconhecido por ser negro :(

    Otimo Filme!!!

  15. Ana Paula Says:

    Ah, pessoal já assisti bons filmes da área jurídica e quero sugerir para vocês- A outra história Americana- Com Edward Norton(neonasimo), Advogado do Diabo com Keanu Reeves, Traffic- com Michael Douglas, Babel- com Brad Pitt. Algumas séries brasileiras: Agosto, Jk, mad maria e Amazônia.

  16. Ana Paula Says:

    Ah, não nos esqueçamos do filme Olga- com Camila Morgado.

  17. David Pardo Says:

    O caso Brown (1954) já há algum tempo virou filme, exatamente com o título “Separados, mas Iguais”. Muito bom.

  18. Rita de Cassia Packer Says:

    Um filme interessante é o Mercador de Veneza, onde se verifica a intenção do agente na pratica do negocio juridico. Mas o que é barbaro é o julgamento.

  19. Tiago Says:

    Outro filme muito bom que podemos citar é “Tempo de matar” – com Samuel L. Jackson, Mathew McConaughey, Sandra Bullock, Kevin Spacey e o terrível policial vilão do filme “À espera de um milagre”-, que trata do julgamento de um duplo homicídio cometido pelo pai de uma menina negra de 10 anos, que foi espancada e estuprada por dois adultos brancos no estado do Mississipi. Vale a pena conferir a estratégia genial usada pelo advogado de defesa do réu para ganhar a causa quase perdida. Recomendo.

  20. Gustavo Pamplona Says:

    Recomento fortemente o filme: Conspiração (2001), título original: Conspiracy, produzido pela HBO.

    Trata da Convenção de Wannsee, encontro de juristas, historiadores, sociólogos, generais e demais autoridades do 3º Reich, que decidiram, juridicamente – e, por que não dizer, friamente, – os procedimentos legais para se implantar a “Solução Final”, ou seja, o genocídio de milhares de judeus.

    O filme aborda como a instrumentalidade meramente técnica do direito pode levar a conclusões absurdas do ponto de vista dos Direitos Fundamentais.

  21. Fernanda Says:

    Olá George, falo aqui de São Paulo. Gosto muito do seu espaço e indico para outras pessoas. No momento lembro de dois filmes interessantes: “Doze homens e uma sentença” e “Amistad”.
    Um abraço.

  22. Leo Says:

    Um ae sobre pena de morte: Os Últimos Passos de um Homem ! Assisti em 97 numa aula de Ensino Religioso no colégio!

  23. Alexandre Says:

    Indico “Adeus Lenin”, filme alemão, sobre a história de uma família da antiga Alemanha oriental e o tormentoso processo de integração pós queda do muro de Berlim (interessante notar as relações de liberdade de expressão e o direito à comunicação nas relações entre os cidadãos e o Estado)
    Outro filme legal é “O Homem elefante”, é em antigo, mas tem uma refilmagem de 1980, trata da história de um homem sensível que tem grave deformidade física e é usado como animação circence na Inglaterra, ele recebe a ajuda de um médico e sua vida muda (aqui se revela importante verificar a própria dignidade humana e a impossibilidade de tratar o homem como objeto/animal) O filme é bastante comovente.

  24. Maico Bernhard Says:

    Indico o filme ´´ O Terminal“ com Tom Hanks. O filme é baseado em fatos reais e conta a história de um turista que por motivos diplomáticos fica impossibilitado de sair do aeroporto de Nova Iorque porque seu passaporte perdeu a validade em virtude de uma revolução que ocorria em seu país. A personagem também não pode retornar ao seu país natal, porque o governo americano não reconhece o novo governo e cancelou os vôos para o país.
    Consederei importante porque trata do principio da dignidade humana e do direito de locomoção em conflito com normas meramentes diplomáticas.

  25. silvio valdez Says:

    Há algumas horas estou navegando pelo seu blog (fui capturado pela técnica da Katchanga no judiciário) e um visitante deu ideia que lançasse um livro de concursos. Olha, se publicar os melhores posts do blog já vai ser um belo acontecimento no mundo jurídico. Talvez o modelo seja o Daniel Piza. Quanto a filme, indico A Marca da Maldade, de Orson Welles, que trata da questão das provas ilícitas e do princípio da presunção de inocência.

  26. Natalia Nara Says:

    Dr. George eu indico o filme La Amistad
    Que fala sobre o direito de escravos, levados aos Estados Unidos, de retornarem a sua terra natal.O julgamento deles ocorre nas cortes norte-americanas.È muito bom!

  27. Névio Fernandes Says:

    Oi Pessoal,

    Gostaria de receber nomes de filmes que retratem o direito a liberdade de informação e expressão podem ser também brasileiros. Pois estou fazendo um trabalho sobre direitos fundamentais.
    Grato Névio

  28. JULIANO MENEGHEL Says:

    OLÁ A TODOS,

    Gostei muito da idéia dos filmes sobre a temática. Não obstante aos clássicos aí listados, é essencial considerar o sempre atual ILHA DAS FLORES do Jorge Furtado. Diginidade humana será continuamente reclamo em nosso tempo.
    Felicidades JM

  29. Rosangelo Rodrigues de Miranda Says:

    Gostaria de sugerir o Filme Ensaio sobre a Cegueira que nos remete aos temas do Estado de Natureza de Hobbes, e a fata de ética dos tempos modernos, é um bom filme para a reflexão em sala de aula. Aproveito para felicitar pelo seu trabalho de dialogante das coisas jurídicas, seu despreendimento em trocar idéias com todos é paradigmático. Aproveito também para condidar a todos para visitar o site:
    direitonatela.com.br
    no qual se relata a experiência de ensino na FADIVALE, Faculdade de Direito do Leste Mineiro com Cinema e Literatura, lá está postado material de análise do filme acima citado.

    Obrigado

    Rosângelo

  30. Lucas Says:

    Sobre o aborto, recomendo a todos O Grito Silencioso:

    http://video.google.com/videoplay?docid=9192646886134691615

    Abraços!

  31. Andréa Says:

    Gostaria de sugerir: “O jardineiro Fiel”, O último rei de Escossia”, “Quanto vale ou é por kilo” todos muito bons cuindando da questão do racismo, da segregação social ´que essas pessoas sofrem e da indiferença das autoridades para esse fato, coisa que infelizmente em pleno seculo XIX ainda somos obrigados a conviver.
    obrigada

  32. Andréa Says:

    Gostaria de sugerir: “O jardineiro Fiel”, O último rei de Escossia”, “Quanto vale ou é por kilo” todos muito bons cuindando da questão do racismo, da segregação social ´que essas pessoas sofrem e da indiferença das autoridades para esse fato, coisa que infelizmente em pleno seculo XXI ainda somos obrigados a conviver.
    obrigada

  33. Gustavo Says:

    Recomento fortemente o filme: Conspiração (2001), título original: Conspiracy, produzido pela HBO.

    Trata da Convenção de Wannsee, encontro de juristas, historiadores, sociólogos, generais e demais autoridades do 3º Reich, que decidiram, juridicamente – e, por que não dizer, friamente, – os procedimentos legais para se implantar a “Solução Final”, ou seja, o genocídio de milhares de judeus.

    O filme aborda como a instrumentalidade meramente técnica do direito pode levar a conclusões absurdas do ponto de vista dos Direitos Fundamentais.

  34. Meiriluce Santos Says:

    Olá,

    Estou a procura de um filme antigo, que fala de uma mulher que sofreu um acidente e ficou com o rosto deformado. Foram várias cirurgias para correção da face, mas sua boca precisava passar por uma reconstitução plástica que só poderia ser feita com tecido vaginal. Daí uma intensa discussão sobre ética, que envolveu magistrados, igreja, médicos e a sociedade.
    Não consigo lembrar o nome do filme. Alguém pode me ajudar?

    Obrigada

  35. Rogério Zuel Gomes Says:

    Sugiro o filme “boa noite, boa sorte” que demonstra bem um período de cerceamento de direito e liberdade de expressão nos EUA e caça aos comunistas na segunda metade do século passado, cujo ícone era um senador chamado Maccarthy (macarthismo). O filme é quase em forma de narrativa e mostra a batalha de um repórter âncora enfrentando um senador radical e extremista. Também expõe o ambiente de redação da CBS constantemente pressionado pelo “stabilishment”. O nome do filme sugere uma despedida daquele que não sabe se no dia seguinte estará ali cumprindo o seu dever de informar.

  36. Gustavo Says:

    Assistam “Em nome do pai”

  37. Elizabeth Says:

    Sugestão:

    filme “Código de Conduta” (Law Abiding Citizen) com Gerard Butler, Jamie Foxx.

    trailler: http://www.youtube.com/watch?v=n34wVRu0-rQ

  38. Herbert L. D. Says:

    Aconselho “Doze homens e uma sentença”.

  39. Ester Says:

    o filme O Senhor das moscas…imperdivél, mostra bem o ser humano no estado de natureza, e depois a presença do estado!!!

  40. Rosana Says:

    “A classe operária vai ao paraíso” (que trata da alienação do trabalhador, a sua inserção como peça de um mecanismo, o desrespeito à sua dignidade, à sua individualidade)”Olga” (contra a liberdade política), “O viajante”(que trata da discriminação racial nos Estados Unidos).

  41. isabella Says:

    eu tenho um namorado que esta prestando faculdade pra direitoo
    mais queria saber nomes de filmes bons relacionados com a faculdade de direito

  42. Igor Says:

    Essa é uma boa lista dos nacionais, ligados a criminalidade.

    “http://marcelocunhadearaujo.blogspot.com/2010/05/filmes-e-documentarios-recomendados.html”

  43. Pablo Says:

    Um filme interessante sobre a questão da discriminação sexual é o cubano Morango e Chocolate (Fresa y Chocolate) que aborda o preconceito na ilha de Castro.
    Sobre direito de família e guarda de menores após a separação um ótimo filme é Kramer vs. Kramer.

  44. Anónimo Says:

    ANA ELIS: A história de um médico dentista que estupra as pacintes no consultório depois de lhes aplicar anestesia garal, só que uma das pacientes, que ficou gravida, e perdeu seu casamento, pois, o marido tinha feito vasectomia, resolveu leva-lo, ao tribunal e consegio provar que ela nunca traiu o marido e sim foi o medico dentista quem a estuprou o caso vai para a mídia e várias vítimas, só então, tem coragem de denuncia-lo. Com todas as provas convincentes ela consegui coloca-lo na prisão. O bebê nasce e é adotado, por um casau que não tem filhos, mãe biologica que decide não criá-lo mesmo com o apoio do marido para ficar com o bebê.Eu não lembro o nome do filme se alguém souber por favor informe.Obrigada

  45. FabiiRodrigues Says:

    Filmes com temáticas jurídicas importantes, recomendo O ADVOGADO DOS SETE CRIMES, O HOMEM QUE FAZIA CHOVER, UMA JOGADA DE GÊNIO, UM CRIME DE MESTRE tb é bem pertinente…são filmes interessantes que nos fazem refletir sobre essa carreira que a primeiro momento nos parece glamurosa, mas q no final das contas é árdua e muitas vezes ingrata!!!!

  46. FabiiRodrigues Says:

    Filmes com temáticas jurídicas importantes, recomendo O ADVOGADO DOS CINCO CRIMES, O HOMEM QUE FAZIA CHOVER, UMA JOGADA DE GÊNIO, UM CRIME DE MESTRE tb é bem pertinente…são filmes interessantes que nos fazem refletir sobre essa carreira que a primeiro momento nos parece glamurosa, mas q no final das contas é árdua e muitas vezes ingrata!!!!

  47. Fabiano Moreira Palma Says:

    “O Veredito”, com Paul Newman, 1982.

  48. Hamilton Says:

    Alguns filmes são baseados em livros de thriller jurídico. Vejam os filmes baseados nos livros de John Grisham, Scot Turow etc. No Brasil não filmes baseados em thriller jurídico. Ocorreu algum comentário que algo seria realizado em Paulínia, há dois anos, mas nada mais se falou. No Brasil vejam os livro Justiça Insólita e Água e Justiça (Saraiva e Livraria Cultura)

  49. José Luís Says:

    Indico o filme “testemunha de acusação”, tem um final surpreendente.
    É um filme antigo, o ator principal é o Tayrone Power.
    Muito bom, até adquiri o DVD.
    Bom filme e não esqueçam da pipoca.
    abraços
    J.Luis

  50. merychalfun@globo.com Says:

    Boa noite!! Os filmes indicados são todos ótimos e relacionados a direitos humanos/fundamentais. Mas vcs teriam alguma dica sobre conflitos na esfera de direito internacional privado? Algo sobre guarda ou adoção por exemplo, ou algum outro interessante. Muito obrigada.

  51. fa-balthazar@uol.com.br Says:

    Estou a procura de um filme que trata da presunção da inocência. Segundo informações é um filme inglês produzido na década de 70, inspirado em uma peça de teatro ingleza. Não é um filme de ação, mas de reflexão. Os personagens são uma visita casual de um viajante a um local para se abrigar da neve e do frio. Ele é convencido a ficar e a participar de um jogo de jurí. Os outros tres personagens são um juiz e um promotor aposentado, e um mordomo. Eles iniciam o jogo. O viajante se torna réu na mão do juiz e do promotor.

  52. IRANILSON RIBEIRO Says:

    Outro filme muito bom, e nacional, é Zuzu Angel, com Patrícia Pillar, Daniel de Oliveira, Luana Piovani, Leandra Leal. Trata dos desaparecidos na ditadura militar.

  53. Regina Says:

    Henrique IV, o grande rei da França

    Henrique, rei protestante de Navarra casa-se com a Filha de Catarina de Médici, católica. Era um rei que tinha preocupação com o bewm -estar de seu povo desejava dar-lhes educação, estradas, sementes para plantio e foi quem instaurou a liberdade de express~ao na França. Gostei

  54. Aline Martins Says:

    Nossa, adorei esse blog, muito bom. Um filme que recomendo é “A TROCA”, com a Angelina Jolie, baseado em fatos reais. Discute uma série de direitos fundamentais: direito de igualdade, dignidade da pessoa humana, entre outros. Mostra também o quanto às vezes ficamos à mercê da Polícia e do Poder Judiciário, nem sempre capaz de promover justiça real.
    Parabéns pelo blog!

  55. Fernando M S Says:

    Para colaborar na lista, há o filme sobre a vida de Gandhi, com o nome dele mesmo, creio que ganhador de Oscar nos anos 80, não precisa nem descrever para se notar que é puro direito fundamental em discussão.
    Abraços!

Os comentários estão fechados.


%d bloggers like this: